Marketing Médico off-line: vale a pena?

marketing médico offline

Navegue pela Matéria

Nesse novo mundo intermediado pela internet, as mídias off-line podem parecer coisa do passado, já ouviu falar em Marketing Médico Off-line? Não?

Ainda existe muito espaço para a divulgação fora da web, dessa forma ela pode ser muito efetiva quando é baseada em estratégia.

Neste artigo você encontra:

Vida longa ao marketing off-line

Até que as pessoas continuem a sair de casa, consumam mídias tradicionais (como televisão, rádio e jornal) e possam receber entregas, o marketing médico off-line fará sentido – porque ele se faz presente em todos esses lugares.

 As escolhas ideais vão depender dos seus objetivos com a campanha, do perfil do seu público e, claro, do seu orçamento.

Sendo assim, essa modalidade de anúncio ainda é capaz de promover proximidade e reconhecimento, além de abrir canais diretos de comunicação e de vendas.

Exemplos de marketing off-line

●       Placas e outdoors em pontos estratégicos

●       Telemarketing

●       Propagandas em horários comerciais de televisão

●       Propagandas faladas ou musicais em rádios

●       Anúncios ou matérias em revistas ou jornais

●       Anúncios em sacolas ou embalagens (como as de pizza)

●       Mala direta com envio de correspondência via Correios

●       Catálogo de produtos

●       Adesivos em ônibus, carros e outros meios de transporte

●       Confecção de brindes da marca

●       Boca a boca

●       Eventos de networking

Portanto, todos estes podem ser trabalhados de maneira moderna e criativa para distribuir mensagens de confiança e segurança e incentivar o marketing de indicação.

Oportunidades do marketing off-line

Se você tem um negócio físico ou presta um serviço, pode impactar as pessoas com as modalidades do marketing off-line a qualquer momento. 

Sendo assim, é importante conhecer o seu público alvo, seus perfis de consumo e suas demandas.

Ao optar por divulgar a sua clínica em um outdoor, por exemplo, é importante utilizar essas análises para escolher a localização e as informações da propaganda.

 A publicidade por mala direta, por sua vez, pode ser um recurso para testar a oferta de novos procedimentos, comunicar preços e condições especiais e, ainda, para marcar presença em datas comemorativas – como natal, ano novo e aniversário – e, quem sabe, recuperar clientes inativos.

Em jornais, a escolha do veículo e do caderno é fundamental – assim como a arte e o jogo de palavras. Nessa mídia off-line, também é possível apostar no marketing de conteúdo, entregando informações relevantes sobre sua especialidade ao seu possível cliente. Dessa maneira você conquista a sua confiança e garante um lugar na sua memória.

Alerta: nem tudo é permitido!

Fique atento ao que pode e ao que não pode quando o assunto é publicidade médica ou odontológica.

Seja para divulgar digitalmente ou em mídias off-line, existem regras de publicidade determinadas pela Comissão de Divulgação de Assuntos Médicos (Codame) dos Conselhos Regionais de Medicina.

O objetivo da Comissão é enquadrar os anúncios aos dispositivos, considerando questões legais e éticas. No entanto, o item 3 dispõe especificamente sobre os critérios para material impresso de caráter institucional.

Aos médicos qualquer comunicação em massa deve ser pautada por esclarecimento ou conteúdo educativo à sociedade.

Somente as instituições jurídicas como clínicas, hospitais, laboratórios, centros médicos, etc podem se utilizar de mídias off line para suas divulgações.

Sensacionalismo, autopromoção, divulgação de métodos exclusivos e anúncios sobre terapias sem comprovação científica são atividades proibidas.

E se você é dentista, é recomendável que consulte o CRO – que é o Código de Ética da Odontologia – para garantir respeito às determinações publicitárias.

Escolha com sabedoria

Diante de tantas possibilidades e de tanta concorrência, uma coisa é certa: um planejamento de marketing é indispensável.

O primeiro passo é avaliar com cautela o momento do seu negócio, os objetivos da comunicação e, somente então, escolher o que vale a pena. As possibilidades são inúmeras!

De maneira geral, o melhor cenário possível é integrar os dois formatos: marketing online e marketing off-line, pois quando o assunto é mensurar os resultados dos seus investimentos em publicidade, não há nada como o marketing digital!

Contrate a primeira empresa de Marketing Médico do Brasil!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *