Redes sociais e o relacionamento com os pacientes

Postado: 4 de agosto de 2022

Além de conquistar novos clientes, profissionais e unidades de saúde precisam fidelizar os antigos para se manter fortes no mercado. Esse relacionamento com os pacientes deve ser pensado de forma estratégica para garantir o fortalecimento do nome do profissional ou da clínica.

O que muitos desconhecem é que existe uma área específica no marketing dedicada a facilitar essa comunicação. Esse trabalho aumenta as chances de obter destaque diante do cenário corporativo, cada dia mais competitivo. 

Mas atenção! Para que o marketing de relacionamento seja efetivo, é preciso deixar de lado a disponibilidade restrita ao ambiente do consultório. Em uma sociedade cada vez mais conectada, as redes sociais representam uma forte demanda para os profissionais e gestores de saúde. Dessa forma, é possível romper barreiras físicas e ter um contato mais estreito com seus pacientes.

Saiba por que é essencial se relacionar nas redes sociais e conheça os cuidados necessários para usá-las corretamente na área da saúde.

Manter um relacionamento com seus pacientes fortifica os laços com os que você já tem, e pode trazer novos para seu consultório

Nesse artigo você encontra:

O que não pode faltar no marketing de relacionamento na área da saúde?

A regra número um é sempre a mesma: interaja nas redes sociais! Assim, você conseguirá atrair mais pacientes e fidelizar os que já existem. Porém, a prática pode não ser tão simples, já que envolve uma série de detalhes. Dominar pesquisas, ferramentas e aplicativos, dentre outras questões é fundamental para se manter entre as preferências de seus atuais e futuros pacientes.

Como usar as redes sociais para melhorar o relacionamento com o paciente?

Todos os dias, quase 100 milhões de usuários se fazem presentes nas redes sociais, em busca de relacionamento e, certamente, os pacientes também fazem parte desse grupo. Portanto, é essencial que o profissional ou a unidade de saúde esteja inserido no ambiente digital, fornecendo conteúdo de qualidade e com frequência. 

As estratégias de redes sociais variam de acordo com as expectativas de cada um. Por isso, devem ser planejadas de forma personalizada para cada tipo de negócio e objetivo a ser alcançado. Redes sociais como Facebook, Instagram e Twitter são fundamentais para fornecer conteúdos relevantes. Além disso, são atrativos para os seus clientes atuais, servindo de consulta para o público em geral. 

Dessa forma, tornam-se verdadeiras vitrines dos serviços que você oferece sobre os cuidados em saúde, tornando-se também potenciais estratégias de atração de novos pacientes e de fidelização dos mais antigos.

O uso das redes sociais é permitido pelo Conselho Federal de Medicina?

Médicos e profissionais de saúde podem usar as redes sociais. Contudo, devem estar atentos às normas que regulamentam a publicidade médica do Conselho Federal de Medicina (CFM). O Código de Ética Médica foi atualizado em 2019, sendo incluída a regulação do uso das mídias digitais como meio de divulgação e publicidade.

Todo esse cuidado se deve ao incentivo às boas práticas e à manutenção do respeito entre médicos e pacientes. 

O que não é permitido circular nas redes sociais da área médica?

De uma forma geral, o Código de Ética proíbe a divulgação de fotos dos pacientes. O mesmo vale para as imagens que sejam cedidas previamente por eles. Além disso, não permite que o conteúdo exposto carregue a ideia de superioridade em relação aos demais profissionais, e veta a realização de consultas e prescrição de medicamentos pelo uso das redes sociais.

Esses são apenas alguns exemplos de limitações em relação ao conteúdo a ser utilizado nas redes sociais. Por isso, se você pretende gerenciar por conta própria suas redes, deve conhecer a fundo todos os tópicos do Código de Ética do CFM

A melhora do seu relacionamento com os pacientes está associada a fatores como facilidade de resposta e tempo de interação. Por isso, ler e responder os comentários com o máximo de cuidado é uma medida muito importante a ser tomada. E tudo isso dentro da regulação do Código de Ética do CFM.

Caso precise de ajuda com a gestão de suas redes sociais, tire suas dúvidas com os nossos consultores. Nosso time de especialistas em marketing médico está pronto para recebê-lo.

Por MarketMed Consultoria para a Área Médica

Publicado por: marketmed

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *